terça-feira, 25 de dezembro de 2007

Complicou? Então toma...

Um monte de gente veio me questionar sobre o post de Natal, eu queria deixar claro que em nenhum momento duvidei da existência de Jesus, afinal existiu SIM uma figura histórica chamada Yeshua Ben Yossef, que foi um dos Avatares e que é o Jesus, o Cristo, verdadeiro, casado com Maria Madalena, pai de 3 filhos, que sobreviveu à crucificação e morreu aos 107 anos na Caxemira, cujos ensinamentos essênios eram praticamente os mesmos que os espíritas, rosacruzes, cátaros e templários pregam. O Jesus-Apolo-Hórus, céu e inferno, dízimo, indulgências, infabilidade papal, celibato, “morreu na cruz para nos salvar”, etc… assim como o diabo, satanás, tinhoso, cão… isso sim foram invenções da Igreja (mais precisamente do Imperador Constantino) para absorver e controlar os outros povos e mantê-los sob o seu domínio...é só pensar um pouco...


O Papa diz que Jesus era um pobrezinho, nascido de um carpinteiro e de uma virgem, no meio de uma manjedoura (cocheira), no dia 25 de dezembro do ano um e, neste mesmo dia, três reis magos estavam perambulando pelo deserto quando avistaram uma estrela de Belém, que os guiou até o estábulo. Chegando lá, entregaram a ele incenso, ouro e mirra. Em seguida, por causa da perseguição do rei Herodes, José, Maria e Jesus fogem para o Egito. A vida de Jesus a partir de então até seus trinta anos desapareceu, sem nenhuma explicação plausível…

A imagem do Jesus Cristo que a Igreja católica e evangélicas vendem para seus fiéis nada mais é do que uma colcha de retalhos de mitos solares, deuses antigos e religião pagani (“pagani” que dizer “das pessoas que vivem no campo”, da onde vem o termo “pagão”), costurados pelo Imperador Constantino I e seus asseclas no século IV para manterem-se no poder (visto que os cristãos estavam se tornando muito numerosos e iriam, com o tempo, sobrepujar os adoradores dos deuses romanos).
Mas, se existiam “cristãos”, certamente existiu também uma pessoa histórica denominada “o Cristo”, no qual baseavam-se seus ensinamentos. Afinal de contas, que foi o verdadeiro Jesus histórico?

Cristo, ou Christos (em grego), significa “messias” e que foi usado para traduzir a palavra Mashiash, que por sua vez significa “o ungido” ou “o ungido por Jeová”. No antigo testamento, a palavra Ungido é usada exclusivamente para designar os Reis Judeus (e isto é extremamente importante para se entender o Cristo histórico). Além disso, a palavra Christos havia sido utilizada nas Escolas de Mistérios para designar Avatares anteriores a Jesus.

yeshuamount.jpg

Yeshua Ben Yosef nasceu no dia 6 de janeiro de 7 AC, essênio, filho de um dos Mestres mais importantes de sua comunidade e de uma das mais sagradas sacerdotisas das Religiões Antigas. Nasceu em uma caverna em Quram, considerada o Templo mais sagrado dos Essênios. Através da Astrologia, os Grão-Mestres (Reis e Magos) das Escolas de Mistério mais importantes do Antigo Oriente sabiam ONDE e QUANDO o Avatar iria nascer. Eles trouxeram presentes ritualísticos e celebraram o Ritual do Nascimento da Criança da Luz. Em seguida, Yeshua foi enviado para o Egito para estudar junto dos melhores professores das Antigas Tradições e fazer todas as iniciações nas Pirâmides até estar preparado para sua missão: ser o legítimo Rei dos Judeus, que estavam sob o domínio dos Romanos.

“O que é mais provável”?

Jesus era rico ou pobre?
Usando a própria Bíblia como referência, de acordo com [mateus 1:1-16], temos:

Livro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão (1:1). A Abraão nasceu Isaque; a Isaque nasceu Jacó; a Jacó nasceram Judá e seus irmãos;(1:2), a Judá nasceram, de Tamar, Farés e Zará; a Farés nasceu Esrom; a Esrom nasceu Arão; (1:3) a Arão nasceu Aminadabe; a Aminadabe nasceu Nasom; a Nasom nasceu Salmom;(1:4) a Salmom nasceu, de Raabe, Booz; a Booz nasceu, de Rute, Obede; a Obede nasceu Jessé;(1:5) e a Jessé nasceu o rei Davi. A Davi nasceu Salomão da que fora mulher de Urias;(1:6) a Salomão nasceu Roboão; a Roboão nasceu Abias; a Abias nasceu Asafe;(1:7) a Asafe nasceu Josafá; a Josafá nasceu Jorão; a Jorão nasceu Ozias;(1:8) a Ozias nasceu Joatão; a Joatão nasceu Acaz; a Acaz nasceu Ezequias;(1:9) a Ezequias nasceu Manassés; a Manassés nasceu Amom; a Amom nasceu Josias; (1:10) a Josias nasceram Jeconias e seus irmãos, no tempo da deportação para Babilônia. (1:11) Depois da deportação para Babilônia nasceu a Jeconias, Salatiel; a Salatiel nasceu Zorobabel; (1:12) a Zorobabel nasceu Abiúde; a Abiúde nasceu Eliaquim; a Eliaquim nasceu Azor;(1:13) a Azor nasceu Sadoque; a Sadoque nasceu Aquim; a Aquim nasceu Eliúde;(1:14) a Eliúde nasceu Eleazar; a Eleazar nasceu Matã; a Matã nasceu Jacó; (1:15) e a Jacó nasceu José, marido de Maria, da qual nasceu JESUS, que se chama Cristo (1:16).

De acordo com o Evangelho apócrifo de Thiago (Tiago 1:1), temos:
Segundo narram a memória das doze tribos de Israel, havia um homem muito rico, de nome Joaquim, que fazia suas oferendas em quantidade dobrada, dizendo:
— O que sobra, ofereça-o para todo o povoado e o devido na expiação de meus pecados será para o Senhor, a fim de ganhar-lhe as boas graças.

Ou seja: Yeshua era descendente DIRETO do Rei Davi e do Rei Salomão (aquele que construiu o Templo Sagrado, que detinha a Arca da Aliança, que dominou os 72 espíritos da Goécia e que dispunha das Minas do Rei Salomão) por parte de pai e tinha como avô por parte de mãe um homem que “fazia suas oferendas em quantidade dobrada” e era dono de inúmeros rebanhos. Duas famílias extremamente ricas e poderosas.

O que é mais provável?

1) Jesus era um pobrezinho que nasceu em um estábulo.
2) Jesus tinha um avô descendente direto do Rei Salomão e o outro avô era uma das pessoas mais ricas de Belém, ambos conectados com as maiores ordens detentoras dos conhecimentos ocultos de sua época.

sao_jose_novena.jpg

Qual a profissão de José?
Todo o Templo Solar estava estruturado ao redor dos ensinamentos trazidos por Moisés do Egito, como a geometria sagrada, engenharia, arquitetura, matemática, astrologia, magia ritualística e medicina. Todo o simbolismo dos graus das Escolas de Mistérios antigas girava em torno da construção do Templo de Salomão, do Tabernáculo e da Arca da Aliança. Sendo assim, os títulos iniciáticos começavam em “Aprendiz”, “Companheiro” e “Mestre” e evoluíam pelos graus simbólicos relacionados a estas artes (e assim o são até os dias de hoje). Desta maneira, temos os Escultores, os Telhadores, os Pedreiros, os Ourives, os Guardas do Templo, os bibliotecários…
Dentro dos Templos Solares, o grau mais alto dentro da hierarquia simbólica é o de “Mestre Carpinteiro”, ou ainda “Carpinteiro da Arca da Aliança“, pois é ele quem trabalha a acácia para construir a Arca da Aliança.
O que é mais provável?

1) José trabalhava fazendo banquinhos de madeira para ganhar a vida.
2) José era uma das pessoas com maior conhecimento místico de seu tempo, pertencente ao último grau de iniciação dentro dos Essênios, com o título simbólico de “Mestre Carpinteiro”.

Maria era Virgem?
Tanto quanto a sua mãe, nobre leitor(a). Na bíblia original, Maria é descrita em hebraico como “Almâ”, que significa “Aquela que já tem idade para ter filhos, mas que ainda não teve nenhum”. Quando as primeiras traduções para o grego foram feitas, usaram a palavra “Parthenos”, que significa Virgem (quem não teve relações sexuais ainda) ao invés de “Neanis”, que significa Donzela.
Além disto, Maria não era uma mulher qualquer. Para carregar um Avatar em seu ventre, Maria teria de estar iniciada e com todos os chakras desenvolvidos até o ponto máximo que uma mulher humana poderia, para ser capaz de conceber um espírito de tamanha pureza. Existem textos rosacruzes que descrevem a infância de Maria no Egito como uma Virgem Vestal e sua preparação posterior para o casamento com Yosef, que também detinha todas as iniciações na Tumba do Faraó… ops… Câmara das Iniciações.

O que é mais provável?

1) Jesus nasceu de uma mulher que não teve relações sexuais.
2) Maria era uma Grande Sacerdotisa das Antigas Tradições, cuja pureza da alma e preparação mental e espiritual lhe permitiram carregar um Avatar em seu ventre.

Ele nasceu em uma Manjedoura?
Nos primeiros textos cristãos, Jesus é descrito como tendo nascido em uma gruta. A primeira pessoa a usar o termo Manjedoura foi São Francisco de Assis, em 1224, quando montou o primeiro presépio, baseado nos textos selecionados pelo Concílio de Nicéia.
A palavra original para designar o local onde Jesus nasceu é “Kephra”, que significa “Caverna” ou “Templo”. A caverna é considerada o templo mais sagrado de todos, porque não foi construído pelas mãos do homem, mas esculpido na Terra diretamente pelas mãos de Deus. A Caverna era (e ainda é) usada em inúmeras iniciações (Hermes Trismegistros nasceu em uma caverna, Zeus fica escondido em uma caverna, Hades reinava em uma caverna, a caverna de Platão, o mito de Orfeu e Eurídice, O Rei Arthur adormecido em uma caverna, etc, etc, etc… ). Para os Celtas, Essênios, Gregos e Bretões, a caverna era o único templo no qual um Avatar poderia nascer, pois nada construído pelas mãos dos homens poderia ser tão puro.

quram00.jpg

E, além disso, não era qualquer caverna. Era o complexo de Quram, as mais sagradas cavernas dos Essênios, conhecidas como o centro de estudos e congregações mais importantes daquela região.

O que é mais provável?

1) Jesus nasceu no meio das vaquinhas, cavalos e cabritos.
2) o Avatar nasceu no templo mais sagrado dos Essênios, cercado pelos melhores magos e terapeutas de sua época.

Ele nasceu no dia 25 de Dezembro?
Definitivamente não. Este era o dia do Solstício de Inverno, que foi adotado pela Igreja Católica para usurpar a data de comemoração do Dies Natalis Solis Invicti, a grande festa em honra ao deus Mithra. Existem controvérsias em relação a data que Yeshua nasceu, mas as duas principais correntes são: 6 de Janeiro (data que até hoje na Europa é comemorada como o “Dia de Reis”) e 20 de Maio (data que era comemorado o nascimento de Yeshua nas Igrejas Cristãs primitivas até o ano 366, quando o natal passou a ser “oficialmente” no dia 25 de dezembro). O ano estimado de seu nascimento é 7 AC.

O que é mais provável?

1) Jesus nasceu no dia 25 de dezembro.
2) A Igreja Católica usurpou esta data para associar o nascimento de um Jesus-Apolo fictício que agradasse aos romanos, aproveitando as festividades do Natalis Solis Invicti

Quem eram os três reis Magos? O que eram os presentes?
Grãos Mestres das Escolas de Mistério do Oriente. A tradição ocultista os nomeia Hormizdah (ou Melquior), rei da Pérsia, Yazdegerd (ou Balthazar), rei de Sabá e Perozadh (ou Gathaspa ou Gaspar), rei do país dos Árabes. Os presentes que eles traziam é uma alegoria ao Ritual da Criança da Luz, realizado desde o Antigo Egito até os celtas, composto de magos que representam os quatro elementos.
Eles sabiam da data do nascimento do Avatar porque eram Astrólogos e possuíam toda uma rede de mensageiros e magos dentro das Ordens Ocultas. Desta maneira, quando o filho de um rei nascia, nos parece lógico que os reis e grão-mestres das principais ordens fossem lhe prestar homenagem.
Desta forma: Melchior trouxe ouro, que representa o elemento TERRA; Balthazar trouxe mirra, que representa o elemento ÁGUA e Gaspar trouxe Incenso, que representa o elemento AR no círculo.

Ok… mas são apenas 3 reis… para fazer o círculo pagão precisamos de 4 reis-magos… e o quarto elemento?

José, pai de Jesus pertencia à linhagem de Salomão e, portanto, também era um Rei-Mago… ele representava o FOGO.

O que é mais provável?

1) três reis sábios perambulando pelo deserto no meio da neve e carregando presentes valiosíssimos são guiados por uma estrela até uma cocheira e dão estes presentes pra um bebê que estava por lá
2) Os três Reis Magos vieram prestar homenagens ao filho de um Rei-Mago que nasceu, que estava predestinado a ser o Avatar e o futuro rei dos Judeus.

E a fuga para o Egito?
Nesta altura do campeonato, vocês já devem estar pensando que não foi exatamente uma “fuga”, mas sim uma viagem necessária para a Escola dos Mistérios, onde o Avatar seria iniciado nas mais sagradas tradições pelos maiores magos, mestres e professores do planeta, para no futuro dar continuidade à linhagem de Salomão e assumir o trono de Davi, libertando os judeus do domínio dos invasores romanos.

756288-pyramid_and_sphinx-pyramids_of_giza.jpg

A história de Herodes mandar matar as crianças não existe em nenhum documento histórico. Provavelmente foi uma estória inventada pelo Concílio de Nicéia para acobertar o que a família de Jesus realmente foi fazer no Egito.
Existem diversos textos rosacruzes que narram as iniciações de Yeshua nas Pirâmides, da mesma forma que seu pai e da mesma forma que João Batista, seu primo, e Lázaro, irmão de sua futura esposa. Lembram-se que eu falei sobre esta iniciação por mergulho nas águas, representando as informações que foram protegidas do Dilúvio? Pois é… os cristãos passaram a conhecer esta iniciação como “batismo”.

O que é mais provável?

1) uma fuga para o Egito porque algum imperador alucinado mandou matar todas as crianças de um reino.
2) O Avatar foi levado para o Egito (e posteriormente para a Europa, Africa e Ásia) para fazer todas as Iniciações que os Antigos Faraós fizeram e estudar com os maiores sábios de seu tempo, para ter o conhecimento necessário ao futuro Rei dos Judeus.

Mas… por que a Igreja inventou tantas mentiras?
Simples. Foi algo necessário para manter o poder. Constantino I era o Imperador ROMANO e Yeshua era o grande libertador JUDEU . Yeshua era praticamente o OPOSTO do que o Imperador precisava. Em segundo lugar, o concorrente direto de Jesus era Mithra, que era filho do Sol, todo poderoso, deus realizador de milagres, enquanto Yeshua era apenas um homem, como Buda. A Igreja PRECISAVA de alguma “coisa” que pudesse competir de igual para igual com um deus. E buscou características de Apolo, Dionísio, Adonis e Khrisna para “embelezar” aquele judeu revolucionário e torna-lo mais palatável ao senado romano.
Mas claro que esta versão fantasiosa do nascimento de Cristo não apareceu do nada. Precisamos entender que do Concílio de Nicéia até os dias de hoje tivemos 1700 anos de mão de ferro, inquisição e fogueiras para matar e destruir TODOS os que sabiam da verdade. Lembrem-se que a razão pela qual as Ordens Secretas são chamadas de “secretas” é que, se elas fossem expostas, seus membros seriam mortos, para garantir que todas estas coisas permanecessem enterradas.

Vi&Li: Sedentário e Hiperativo

Um comentário:

Thiago Souto disse...

Grande Trapa.
Polêmico Trapa, rs.
Só foi abrir os comentários e já gerou discussão.
Mas então, sabe o que eu acho? Eu acho que, por mais que esses lances da história de Cristo estejam todos deturpados pela Igreja Católica ou qualquer outra religião que julga sua verdade como absoluta, o que importa é os ensinamentos passados. O meio de vida honesto, o conceito moral e os ensinamentos para levar uma vida mais justa e solidária.
Sei lá, sempre vi a Bíblia como uma grande metáfora e que isso gera várias interpretações (tá aí um grande problema).
Sou católico, mas já desejei mulher dos outros, já usei o Santo nome de Deus em vão algumas vezes e num Corpus Cristis da vida aí eu comi um salame. Nem por isso vou para o inferno, pelo menos é o que eu acho.
É o que eu acho que as pessoas deviam achar também, sei lá.
E quem se incomodou com a opinião que você deu que vá pro inferno (ahahahahah). Opinião cada um tem a sua, basta ter ponderação de respeitar a dos outros.
Abraços Trapa.
E feliz Ano Novo.
PS.: Tem alguma polêmica pro Ano Novo? Hahahah...